avatar carlos souto

Coluna Gerais

Colunista Carlos Souto

avatar carlos souto

Coluna Gerais

Colunista Carlos Souto

15 de Outubro

 15 de Outubro

Covid-19: Ipatinga desmonta oficialmente Hospital de Campanha

O prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, oficializou nesta quinta-feira (14) a desativação do Hospital de Campanha implantado para atendimento emergencial a pacientes com casos graves de Covid-19. A unidade funcionou durante pouco mais de cinco meses e foi fundamental como instrumento de apoio para a preservação de vidas nos períodos mais críticos da pandemia.

Diante do avanço da vacinação contra a Covid-19 no município – já são mais de 300 mil doses de imunizantes aplicadas – e com a diminuição significativa nos casos da doença, Ipatinga registrou nesta quarta-feira (13) oito dias consecutivos sem mortes decorrentes da pandemia.

O Hospital de Campanha, uma iniciativa pioneira em toda a região do Leste de Minas, foi inaugurado no dia 8 de abril, e a unidade deu novo fôlego aos pacientes que precisaram de internação em leitos de UTI-Covid.

Para que se tenha uma ideia de sua utilidade, mais de 2 mil pessoas passaram por suas instalações para receber cuidados médicos. Vencemos a batalha mais dura da pandemia, mas o trabalho continua em outras unidades”, enfatizou o chefe do Executivo.

O prefeito informou ainda que os leitos de UTI do Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM) já estão montados nas alas de Covid-19, prontos para acolher os pacientes, caso haja demanda. “Foi uma decisão de governo muito bem alinhada com a Secretaria de Saúde e pautada nas quedas dos números de óbitos e na estabilidade do número de casos no município em patamares mais reduzidos”, explicou.


Polícia Civil abre concurso com 519 vagas para todas as carreiras policiais

Estão abertas até o dia 9 próximo, as inscrições para o novo concurso da Polícia Civil de Minas Gerais. São oferecidas 519 vagas para todas as carreiras policiais da instituição: delegado de polícia (62), escrivão de polícia (397), investigador de polícia (30), médico-legista (9) e perito criminal (21). Já as provas objetivas estão previstas para 12 e 19/12 deste ano em Belo Horizonte. Da totalidade de vagas, 10% de cada carreira são oferecidas a candidatos com deficiência. A idade mínima para a investidura nos cargos é 18 anos completos na data da posse e não há previsão de idade máxima. Quanto às formações acadêmicas exigidas, também é necessário que o candidato aprovado nas etapas do concurso comprove a situação quando for empossado.

O concurso público será executado pela Fundação Mariana Resende Costa (Fumarc) e pela Academia de Polícia Civil de Minas Gerais (Acadepol-MG). No total, serão cinco etapas – provas de conhecimentos; exames biomédicos e biofísicos; avaliação psicológica; provas de títulos; e investigação social. Os salários iniciais para o cargo de delegado de polícia é de R$ 12.967,43; médico-legista e perito criminal, R$ 10.028,30; escrivão de polícia e investigador de polícia, R$ 4.631,23. A carga horária é de 40 horas semanais.

O detalhamento das funções dos profissionais de cada carreira, bem como requisitos para investidura no cargo, conteúdo programático para provas, entre outras, estão no Diário Oficial do Estado, e também no site da Acadepol-MG. As inscrições podem ser feitas pelo site da Fumarc.


Programa identifica mais de 5 mil nascentes na região do Vale do Aço

O “Programa Mobiliza Todos Pela Água”, parceria entre a Usiminas, o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário do Vale do Aço (CIMVA) e o Instituto Interagir que investe na preservação de recursos hídricos na região leste de Minas Gerais, chegou ao número de 5 mil nascentes identificadas desde 2018. A iniciativa envolve a pesquisa, produção e melhora na disponibilidade de água, por meio, de ações de proteção e recuperação de nascentes, georreferenciamento, monitoramento da vazão hidrológica dos principais cursos d’água, implantação de viveiros florestais, recomposição vegetal de áreas desmatadas e atividades de educação ambiental. A expectativa é que todo o trabalho de mapear, recuperar e proteger as nascentes dos municípios integrantes do programa contribua, também, para a estruturação e consolidação de um sistema eficiente de gestão das águas.


Profissões em extinção

As companhias Metrô e CPTM de São Paulo começam a fechar bilheterias e a adotar sistema automático de venda de passagens. Semana antes, os postos de revenda de gasolina anunciaram que podem passar a adotar sistema de autoatendimento. Processo semelhante ocorre em supermercados, onde vêm sendo implantados caixas automáticos. Em estacionamentos públicos, está consumada a substituição de bilheteiros por barreiras eletrônicas. Conhecida a extensão do universo de trabalhadores atingidos pela automação no setor de serviços, pari passu à reduzida oferta de novas vagas de empregos, o efeito de tais demissões na economia do país deveria ser objeto de avaliação e medidas de planejamento, se se pretende romper o círculo vicioso atual, de sombrias perspectivas. O desemprego, a redução dos salários, a diminuição da massa de rendimentos e a corrosão da renda familiar influem, por óbvio, nas condições da demanda no mercado interno. Estas, por sua vez, concorrem para a retração da indústria, cada vez menos capaz, então, de reabsorver a mão de obra desocupada, e assim sucessivamente.


Lobos-guará nascem em cativeiro no Centro de Biodiversidade da Usipa

 O Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus) conta com novos moradores: três filhotes de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) nascidos em cativeiro no zoológico da Usipa. Os lobinhos, como são carinhosamente chamados pela equipe do Cebus, nasceram em 11 de junho e são criados artificialmente desde o dia 29 do mesmo mês. São duas fêmeas e um macho.

Após três anos se reproduzindo sem conseguir manter os filhotes, o casal Cauê e Tíbia obteve sucesso reprodutivo há pouco mais de quatro meses. “As perdas de filhotes nos anos anteriores nos levaram a tomar uma atitude pouco comum na reprodução dessa espécie: a retirada dos lobinhos antes de um mês de vida”, explica a bióloga do Cebus, Claudia Diniz.

No fim de junho, os animais foram retirados dos cuidados maternos e desde então, são criados de forma artificial. Os filhotes estão com as vacinas em dia e têm se alimentando de carne, frutas e ração. “Geralmente, o lobo-guará consome a fruta inteira e por esse motivo é um excelente dispersor de semente, participando assim, da recomposição de áreas degradadas. Isso confere ao lobo o papel de agricultor do cerrado”, conta Claudia.

O Cebus faz parte do grupo, coordenado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), de instituições nacionais e internacionais que se esforçam para preservar a espécie. “O lobo-guará é um mamífero ameaçado de extinção que faz parte de planos de manejo e por isso é comum a reprodução em cativeiro”, afirma o médico-veterinário e responsável técnico pelo Cebus, Lélio Costa e Silva.


Quase 10 mil presos e jovens socioeducandos retomam os estudos em Minas

Quase 10 mil presos e jovens socioeducandos retomaram os estudos para obter o certificado do ensino fundamental e médio em Minas Gerais. Nesta semana (13 e 14), um grupo fez o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja PPL). Ao todo, 178 unidades prisionais e 21 unidades socioeducativas estão envolvidas na ação, com 9.747 presos e 182 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.

Na quarta (13), o exame feito foi para a certificação de ensino fundamental e, nesta quinta (14), para o ensino médio. A avaliação é uma realização do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), gratuita e de participação voluntária. São quatro provas objetivas com 30 questões cada e uma redação, de acordo com o nível de ensino de cada candidato.

O alto número de inscritos no Encceja representa também o número de alunos matriculados nas escolas. Ao todo são 5.702 alunos matriculados em 122 escolas instaladas dentro das unidades prisionais mineiras.

“A educação tem o poder de transformar a sociedade, tornando o cidadão mais crítico e consciente da sua própria história. É um processo em constante desenvolvimento, que envolve o conhecer, o fazer, o conviver e o ser”, enfatiza a diretora de Ensino e Profissionalização do Departamento Penitenciário de Minas Gerais, Regina Duarte.


Seminário Mulher Cristã traz Nise Yamaguchi ao Vale do Aço

A cientista e imunologista Nise Yamaguchi, de Brasília (DF), estará no Vale do Aço na próxima quarta-feira (20), às 19h, ministrando palestra direcionada ao público feminino, sob o tema “A vida pós-Pandemia”. A médica oncologista será uma das atrações do evento que acontece no salão de eventos, Folha de Prata, no residencial Bethânia, em Santana do Paraíso, com entrada franca.

A outra palestrante será a pastora Jane Silva, presidente da Comunidade internacional Brasil & Israel, especialista em assuntos do oriente médio e ex-integrante da secretaria de Cultura do governo Federal. Inscrições através dos Whatsapp 31 98828 0739 ou 31 99966 8622.


Registro de armas cresce quase 60% em Minas

Seja por hobby, para prática esportiva ou para uma maior segurança, a procura por posse de armas em Minas Gerais aumentou entre janeiro e agosto deste ano. De acordo com os dados publicados pela Polícia Federal, durante esses oito meses foram registradas 14.047 novas armas, um aumento de 59% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram feitos 8.837 registros. O despachante Mário Knichalla Neto trabalha no ramo há cerca de oito anos e conta que a procura pela compra de armas tem crescido ao longo dos últimos anos. Em 2020 e 2021, o assunto tem sido muito discutido em toda a sociedade e as normativas feitas pelo Governo Federal acabam fazendo com que as pessoas tenham mais acesso.


Rosa é a cor deste mês e da Fundação Aperam Acesita

A fachada da Fundação Aperam Acesita está toda iluminada com a cor do Outubro Rosa, a fim de chamar a atenção do público para campanha de prevenção ao câncer de mama e a necessidade do engajamento da comunidade com as ações propostas para este mês.

Além de chamar a atenção das mulheres para a necessidade de frequentar o médico e de fazer a mamografia, a campanha do Outubro Rosa também estimula as mulheres a se tocar, a fazer o autoexame das mamas com frequência.

Desde os anos 90, em muitas partes do mundo, outubro foi instituído como o mês de ampliação de promoção da conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A chance de cura da doença,  se identificada logo no início, é de até 95%, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

De acordo com o Instituto, a taxa de mortalidade por câncer de mama, ajustada pela população mundial, foi 14,23 óbitos/100.000 mulheres, em 2019, com as maiores taxas nas regiões Sudeste e Sul, com 16,14 e 15, 8 óbitos/100.000 mulheres, respectivamente.

Em relação aos fatores de risco relacionados ao desenvolvimento do câncer, está o estilo de vida, em especial, a inatividade física, o sedentarismo. A má alimentação, o consumo de álcool, o excesso de peso, o estresse e o não aleitamento materno são outros gatilhos que pode levar ao surgimento do câncer.


Sindcomércio promove “Café Rosa”

O Sindcomércio Vale do Aço promoveu, na noite desta quinta-feira (14), em Coronel Fabriciano, o primeiro de uma série de encontros com mulheres da região com o objetivo de conscientizá-las sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O “Café Rosa” —nome escolhido em alusão ao já consolidado Outubro Rosa — é uma iniciativa da entidade com o apoio de prefeituras, hotéis conselhos municipais, operadoras de planos de saúde e empresas de diferentes segmentos.

O evento contou com dicas de maquiagem, aferição de pressão e teste de glicemia, além de sorteio de brindes e palestra com a médica Gisele Carvalho Rodrigues Valle, ginecologista obstetra e especialista em mastologia e oncologia.

Em Fabriciano, o encontro ocorreu no Panorama Hall. A iniciativa ainda terá outras três edições no Vale do Aço, todas ainda este mês. Em Ipatinga, o Shopping Vale do Aço e o Panorama Tower Hotel receberão o Café Rosa. Já em Timóteo, o evento está marcado para o Green Valley Hotel.

“Praticamente todos os apoiadores que buscamos nos atenderam de prontidão. Empresas doaram brindes, operadoras de planos de saúde disponibilizaram profissionais e as prefeituras também abraçaram a ideia. Ficamos muito felizes em notar que uma causa tão nobre tem recebido a devida atenção”, conclui Ricássia.

Informações acerca de como participar ou mesmo apoiar o Café Rosa, ligue: 3821-9020, 3842-2040 ou 3849-4490.


Projeto cria carrinhos para ajudar a mobilidade de crianças com deficiência em Minas

Transformar carrinhos de plástico simples, dando a eles novas funcionalidades para ajudar na mobilidade de crianças com deficiência. Essa é a proposta do projeto Adapt, da cidade de Juiz de Fora, a cerca de 260 km de Belo Horizonte.

A iniciativa é uma parceria entre as faculdades de fisioterapia e engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e conta atualmente com uma equipe de 25 pessoas, entre professores, estudantes e membros externos.

A professora da faculdade de fisioterapia da UFJF e coordenadora do projeto, Paula Chagas, diz que a iniciativa em Minas Gerais tem o diferencial de pegar carrinhos simples, sem motor e fazer todo o trabalho, desde a motorização até as adaptações para que as crianças com deficiência possam utilizá-los.

Os primeiros protótipos criados custaram entre R$ 200 e R$ 300, que foram pagos pelas próprias famílias. Atualmente o projeto conseguiu a doação de 10 carrinhos para receberem as adaptações e busca o apoio de emendas parlamentares e empresas parceiras para ampliar a oferta dos carrinhos para mais crianças.

David Silva, técnico em eletrônica na universidade e pai de uma das pacientes de Andréa, após ver os carrinhos resolveu fazer um desses para sua filha. Com o resultado positivo, eles se juntaram à Paula para institucionalizar o projeto na UFJF e atender mais pessoas.

O projeto também é voltado apenas para crianças que não podem andar. O terceiro critério é capacidade de fazer algum movimento para acionar o dispositivo. O último requisito é o espaço físico na residência para utilização do equipamento.

Para a adaptação dos carrinhos são utilizados materiais novos e reaproveitados, como motores de para-brisa de carro, baterias de moto, tubos de PVC e outros materiais. Segundo David, eles mesmos procuram esses equipamentos em ferros-velhos e compram equipamentos que precisam ser novos, como acionadores e baterias.


Shopping movimenta economia da região e gera empregos

Embora tenha sido impactado pelos desafios da pandemia, o Shopping Vale do Aço inaugurou mais de 30 novas operações nos últimos 12 meses e vem somando com novas marcas a cada mês. Como consequência, observa-se a geração de empregos diretos e indiretos, pois, atualmente, já são mais de 3.500 postos de trabalho. Somente o Supermercado Coelho Diniz, que inaugura sua unidade no empreendimento no próximo mês, está com mais de 250 vagas em aberto. Os cargos variam entre auxiliar de depósito, auxiliar de limpeza, padeiro, repositor, entre outros.

Um dos grandes legados da pandemia é a aceleração das mudanças no varejo que já estavam em curso e, sem sombras de dúvidas, ganharam um novo ritmo e, com isso, é possível afirmar que o conceito de loja tem ultrapassado barreiras – inclusive em shoppings centers. Prova disso são as últimas inaugurações do Shopping Vale do Aço que, cada vez mais, oferece um mix diversificado e atrativo. A franquia de serviços de estética baiana Fiolaser inaugurou a sua primeira unidade no leste mineiro no Shopping.

Até dezembro as expectativas são positivas e serão inauguradas pelo menos mais 7 novas lojas e com isso novas oportunidades de trabalho também”.  comentou Rafael Martinez, gerente geral do Shopping Vale do Aço.

Outra grande oportunidade são as vagas temporárias, em função das festas do final de ano. Faltando pouco mais de dois meses para o Natal, as lojas já começaram a recrutar para essa modalidade de trabalho, para atender a demanda crescente do final do ano. Os currículos podem ser cadastrados no site do shopping, www.shoppingvaledoaco.com.br e para as vagas do Coelho Diniz também podem ser deixados em qualquer unidade da marca.


  • Pesquisa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), indica que a construção civil vem encontrando dificuldade para contratar mão-de–obra. Para mais de 65% das empresas, está muito difícil contratar mestre de obras, para 55%, carpinteiro, e para 46% em contratar pedreiro. Já a maioria das empresas, 63%, relata dificuldades de contratar serventes.
  • A organização da Corrida Internacional de São Silvestre já deixou claras as duas outras opções de datas caso a 96ª edição não possa ser realizada em 31 de dezembro de 2021: 10 de julho de 2022 e 31 de dezembro de 2022. Os organizadores dizem que, se a Corrida de São Silvestre não for disputada no dia 31 de dezembro de 2021, as inscrições já feitas continuarão válidas para uma das possíveis novas datas – informadas em regulamento.
  • A Azul, em cerimônia realizada com a presença de dirigentes da Disney, lançou o primeiro avião em homenagem ao Mickey Mouse. A aeronave com inspiração “Mickey Mouse nas nuvens” faz parte do programa “a frota mais mágica do mundo”, O avião vai operar pelos mais de 50 aeroportos brasileiros junto com os outros três inspirados em personagens da Disney, que serão entregues ao longo de 2022. 
  • Mais de cem lanchas dividiam espaço nas proximidades da ponte do rio Turvo, em Capitólio (MG), à espera dos turistas no último sábado (2). Nem parecia que a represa de Furnas, que banha a cidade, estava abaixo do nível considerado ideal. Com apenas 13,7% de seu volume útil, conforme medição feita na terça-feira (4) pelo ONS (Operador Nacional do Sistema), Furnas vive uma severa crise hídrica. Em setembro, ela atingiu nível semelhante ao registrado em 2001, ano em que o país enfrentou racionamento de energia elétrica.

Publicações relacionadas

X