avatar carlos souto

Coluna Gerais

Colunista Carlos Souto

avatar carlos souto

Coluna Gerais

Colunista Carlos Souto

16 de Julho

 16 de Julho

FSFX implantou dispositivo para acabar com a dor na hora da injeção

É possível tomar uma aplicação de injeção sem sentir dor? Não é só crianças que temem as agulhas. Muitos adultos relatam ansiedade e medo de injeção por causa da sensação de ardência e dor. A boa notícia, para aqueles que fogem da injeção, vem da Fundação São Francisco Xavier, braço social da Usiminas nas áreas da saúde e da educação. A entidade, por meio do programa de inovação inovaAí Fundação, implantou um dispositivo que promete amenizar ou acabar com a sensação de dor no momento da aplicação de agulhas.

O dispositivo é produzido com polietileno, isento de látex e com micro pontas estrategicamente distribuídas. Essas micro pontas ao serem pressionadas na pele, no local de administração de medicações por via subcutânea e intramuscular, sensibilizam os nervos locais, reduzindo ou eliminando a sensação de dor.

O projeto é de autoria de um grupo de colaboradores formado por Késsia Fernanda dos Reis Barros, Eloíza Goncalves Campos e Kylmer Alexandre Leles Guimarães, colaboradores da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, administrado pela Fundação São Francisco Xavier. O dispositivo já está sendo utilizado em pacientes da Pediatria, Oncologia Adulto e Pediatria Oncológica.


Governadora de Tóquio promete sistema de saúde pronto para Olimpíada

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse nesta terça-feira (13) que um número suficiente de hospitais, combinado a uma aceleração da vacinação dos idosos, deixa a cidade pronta para realizar uma Olimpíada “segura e protegida” dentro de dez dias.

A capital japonesa entrou em seu quarto estado de emergência nesta segunda-feira (12), forçando bares e restaurantes a fecharem cedo, em meio a um repique de casos de covid-19, que, na semana passada, levou os organizadores dos Jogos a proibirem espectadores em quase todos os locais de competição.

Os espectadores estrangeiros já haviam sido proibidos meses atrás, e agora as autoridades estão pedindo aos moradores que assistam o evento pela televisão, para manter no mínimo a circulação de pessoas, o que poderia disseminar o contágio.


Emater ajuda casal a obter registro para a venda de ovos para todo o estado

A partir do registro da agroindústria no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), o casal de produtores João Anélio Júnior e Kemily Machado deu um passo importante para o crescimento da produção e comercialização de ovos. O casal está na avicultura há cinco anos.
Hoje, moram em Santana do Paraíso e estão prontos para vender produtos para todo o estado. Eles receberam todas as orientações técnicas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

O processo de cadastro da agroindústria Sítio Cantinho do Vovô João começou no ano passado. De lá para cá, o casal fez diversas adequações no local para atender às exigências da legislação. Entre as obras estão uma sala de recepção dos ovos, sala de classificação e embalagem e um espaço para o armazenamento dos ovos. Todos os criadores de aves para subsistência, granjas comerciais, granjas de reprodução, criações de aves ornamentais, para pesquisa e ensino devem ter sua exploração obrigatoriamente cadastrada no instituto. O cadastro é obrigatório para todo produtor rural que possui criação de bois, búfalos, carneiros, ovelhas, cabras, suínos, cavalos, aves, peixes e abelhas.

O casal comercializa a sua produção para a região, principalmente para redes de supermercados. Mas, agora, com o cadastro do IMA, este mercado ganha novas fronteiras. No Sítio Cantinho do Vovô João também há um cuidado especial com as galinhas, que são criadas no sistema semiextensivo.


Governo de Minas vai reconstruir Escola da Aldeia Indígena Xakriabá

O prefeito de São José das Missões (Vale do Jequitinhonha), Jair Xakriabá, foi a Cidade Administrativa em 13/07, com o objetivo do agradecer ao governador Romeu Zema pelo rápido empenho na reconstrução da Escola Estadual Indígena Xukurank, que pegou fogo em 23 de junho.
O incêndio atingiu o local onde funcionava a parte administrativa da escola, localizada na Aldeia Indígena Xakriabá Barreiro Preto, consumindo materiais e equipamentos da secretaria e da diretoria. Outras edificações, como salas de aula e demais espaços escolares, não foram danificados.
Atualmente, as atividades da escola, que atende a 204 alunos, da educação infantil até o ensino médio, estão ocorrendo de forma remota. O governo mineiro assinou o termo de compromisso com a direção da unidade, que iniciou o processo licitatório. O valor estimado é de R$ 720 mil que contemplará os espaços afetados, a reforma do imóvel e uma ampliação.


Oratórios e Sant’Anas

Ângela Gutierrez, presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, anuncia a reabertura do Museu do Oratório, localizado em Ouro Preto/MG e do Museu de Sant’Ana, localizado em Tiradentes. Os espaços ficaram fechados devido à pandemia da Covid 19 e, agora, passam a receber os visitantes, seguindo as diretrizes e orientações de segurança e saúde, dos órgãos competentes de cada município e do estado de Minas Gerais. As equipes dos museus estão preparadas para atender presencialmente aos visitantes de forma segura para ambas as partes. A abertura dos museus, com controle, é importante para fortalecer a cultura e como opção de entretenimento e conhecimento para as pessoas, neste momento de pandemia.


BNDES e empresas parceiras na preservação do patrimônio histórico

O BNDES, em parceria inédita com a Ambev Brasil, a EDP, o Instituto Cultural Vale, o Instituto Neonergia e a MRS Logística, lançou o programa Resgatando a História, para apoio financeiro à recuperação do patrimônio histórico brasileiro. Serão investidos R$ 200 milhões em projetos localizados em todas as regiões do país selecionados por meio de uma chamada pública para seleção de projetos de preservação do patrimônio material, imaterial e de acervos memoriais de todo o país que tenham sido reconhecidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Os projetos deverão ter valor mínimo de R$ 5 milhões e máximo de R$ 50 milhões e ter prazo de execução de até 36 meses. As propostas para restauro ou revitalização deverão ser encaminhadas a partir desta quinta-feira (15).


Suspensos pedidos de vistos para investimentos nos Estados Unidos

Desde o início do ano, o EB-5 – programa de visto de investidor dos Estados Unidos que permite a imigrantes a aplicação para o green card – tem sido amplamente discutido, principalmente, após a posse de Joe Biden. A necessidade de reestruturação e modernização na indústria já eram pauta no senado norte-americano e, no fim de junho, as discussões ganharam um novo tom e se intensificaram após a revogação dos regulamentos de 2019, que trouxe de volta o nível de investimento mínimo para $500 mil dólares por alguns dias, já que o valor em vigor era de $900 mil. Apesar da redução do valor – e das movimentações do Congresso – o esforço não foi capaz de estender ou reautorizar o programa, que, desde 1º de julho, está suspenso temporariamente via Centro Regional.

Apesar de suspenso atualmente, o programa EB-5 é uma fonte importante de financiamento alternativo para muitas indústrias nos Estados Unidos, além de levar ao país investidores qualificados que contribuem para o aquecimento da economia americana. Esse pode ser um importante recurso a ser utilizado na reestruturação pós-pandemia, pois garantirá um mercado de trabalho com mais oportunidades aos norte-americanos, uma vez que o visto tem valor mínimo de aporte de capital e de empregos a serem criados estipulados por lei.


Confraria Roberto Gontijo, reúne personalidades para lançamento de novo projeto

Aconteceu na noite da segunda-feira (12), na Confraria Roberto Gontijo em Belo Horizonte, o lançamento do novo projeto do empresário Fabiano Cazeca.

Intitulado de Mundo dos Negócios, o projeto conta com a participação do jornalista líder de audiência da Band Minas, Marcos Maracanã.

O Mundo dos Negócios, vai ao ar aos sábados, às 10h45,  na Band Minas, e tem por objetivo levar de forma diferente, entretenimento de qualidade, potencializando negócios de sucesso, mostrando os bastidores e as histórias de pessoas que se destacaram no  mundo dos negócios. Personalidades da comunicação e política mineira, estavam presentes.


Resolução proíbe pontos de energia no interior e próximo às celas

Os presídios de todo o país terão que eliminar as tomadas e pontos de energia do interior e das proximidades das celas. A recomendação faz parte de resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, publicada nesta semana. O objetivo da medida é evitar que os detentos utilizem as tomadas e pontos de energia para carregar equipamentos eletrônicos, como aparelhos celulares.

As novas medidas, visam reprimir as frequentes apreensões de aparelhos celulares nas celas e a dificuldade das unidades penais de dispor de equipamento de detecção adequado, capaz de evitar o acesso de visitantes portando equipamentos de comunicação nos presídios. No presídio de Coronel Fabriciano estas medidas foram implantadas em 2018 por iniciativa dos diretores João Batista e Mário Tadeu.


  • Com o objetivo de cooperar ainda mais com a comunidade, o resultado da campanha de inverno realizada pela Unimed Vale do Aço e Unimag, em parceria com as clínicas dos médicos cooperados, será desdobrada em uma ação para o Dia de Cooperar 2021. A dinâmica da campanha deste ano consiste na arrecadação de fraldas infantis ou geriátricas, leite integral ou alimentos não perecíveis, e para cada 1 kg de alimento arrecadado, a Unimed Vale do Aço doará outro kg de alimento não perecível para as instituições do entorno da cooperativa.
  • Aconteceu no último sábado (10), na sala de aula da EMAC, localizada no prédio da Biblioteca Municipal Zumbi dos Palmares e que futuramente abrigará o Centro Cultural Municipal de Ipatinga, um intercâmbio entre a Escola Municipal de Artes Cênicas (EMAC) e o grupo teatral Perna de Palco, em contrapartida da Lei Aldir Blanc, que promove ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública da pandemia de Covid-19.
    Os alunos da EMAC participaram de uma oficina denominada “Lugar de Fala”, coordenada pela diretora do grupo Perna de Palco, Luzia di Rezende. E, logo após, puderam assistir a peça “O vôo da vez”, produção da própria Luzia que  brinca com o imaginário e desejos individuais ou coletivos e provoca nas pessoas a possibilidade de voar mesmo sem sair do lugar, estabelecendo.
  • O Uber, aplicativo de transporte privado que revolucionou os serviços de mobilidade urbana brasileira, completou sete anos no mercado brasileiro. Nesses anos, a empresa afirma ter pago mais de 4,2 bilhões de reais em tributos e imposto e que os usuários mais assíduos já realizaram mais de 5.000 viagens, o que dá, em média, dois por dia.
  • A data de 13 de julho foi lembrada e comemorada por ocasião dos 31 anos de vigência do Estatuto de Criança e do Adolescente (ECA).  Esta é uma forma de reconhecer as conquistas e pontuar os avanços do Estatuto como uma tarefa árdua para todos os envolvidos na rede de proteção à criança e ao adolescente em dias atuais. São muitos desafios, dentre eles a conscientização sobre a importância de denunciar situações de ameaça ou de violação de direitos.
  • A Fundação Renova vai destinar até R$ 7,8 milhões em recursos para o Projeto de Incentivo à Leitura nos municípios da bacia do rio Doce atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). Cada cidade que aderir à iniciativa deverá montar um plano, que pode chegar a um orçamento de até R$ 200 mil, para revitalização de bibliotecas públicas, aquisição de livros, equipamentos, melhorias de infraestrutura e treinamento de profissionais.
  • Até o fim de 2021, o bairro Cidade Nova em Santana do Paraíso receberá uma série de melhorias de infraestrutura. As obras que serão entregues à comunidade atendem a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado entre o município, o Grupo Landaeta (do ramo de empreendimentos imobiliários) e o Ministério Público. Na tarde dessa quarta-feira (14), o prefeito Bruno Morato esteve no bairro para vistoriar áreas que receberão melhorias de infraestrutura.

Publicações relacionadas

X