Bolsonaro sobre Barroso: ‘Falta coragem moral e sobra ativismo’

 Bolsonaro sobre Barroso: ‘Falta coragem moral e sobra ativismo’

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro reagiu à determinação do ministro Luís Roberto Barroso de que o Senado instale CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar ações e omissões do governo federal no combate à pandemia de Covid-19.

De acordo com o presidente, Barroso e a bancada de esquerda do Senado se uniram numa “jogadinha casada” para desgastar o governo.

– Eles não querem saber do que aconteceu com os bilhões desviados por alguns governadores e alguns poucos prefeitos também. Agora, detalhe: dentro do Senado tem processo de impeachment contra ministro do STF. Eu quero saber se o Barroso vai ter coragem moral de mandar instalar esse processo de impeachment também. Pelo que me parece falta coragem moral ao Barroso e sobra ativismo judicial – declarou Bolsonaro.

A decisão do ministro do Supremo atende a pedido feito pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que questionam a posição do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), quanto a avaliar o requerimento pela investigação, apresentado em fevereiro.

Para Bolsonaro, trata-se de uma interferência entre poderes da República, do Judiciário no Legislativo. Ele classificou a decisão como “politicalha”.

– Barroso, nós conhecemos seu passado, sua vida, o que você sempre defendeu, como chegou ao STF, inclusive defendendo o terrorista Cesare Battisti. Então, usa a sua caneta em defesa da vida e do povo brasileiro, e não para fazer politicalha dentro do Senado. Se tiver um pingo de moral, ministro Barroso, mande abrir processo de impeachment contra alguns dos seus companheiros do STF – afirmou Bolsonaro.

Fonte: Notícias ao Minuto

Publicações relacionadas

X