Tá procurando o quê?
Onde?

Paciente com Covid-19 que fugiu de hospital e invadiu mercado no interior de SP agiu por medo de ser intubado

 Paciente com Covid-19 que fugiu de hospital e invadiu mercado no interior de SP agiu por medo de ser intubado

Policiais precisam conter homem em Catanduva — Foto: Arquivo Pessoal

O homem de 46 anos diagnosticado com coronavírus que fugiu do hospital e invadiu um supermercado de Catanduva (SP) agiu por medo de ser intubado para tratamento da doença. A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado do 1º Distrito Policial, Amauri Cesár Pelarin.

O caso foi registrado na tarde de quinta-feira (25), no bairro Parque Jardim, em Catanduva. Policiais militares foram acionados para conter o paciente no supermercado, que fica em frente ao hospital.

Em entrevista ao G1, o delegado contou que o homem foi contido pela Polícia Militar e levado de volta para o hospital em ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Não há mais informações sobre o estado de saúde dele.

O delegado disse que o homem conseguiu fugir depois de passar pela janela do quarto onde estava internado e pular uma grade de proteção.

“Não conseguimos descobrir como um paciente prestes a ser intubado conseguiu deixar o hospital e entrar no supermercado. Mas sabemos que ele estava bastante assustado com o procedimento”, contou Pelarin.
Surgiram boatos nas redes sociais sobre o homem ter cuspido e contaminado produtos existentes nas gôndolas do supermercado. Contudo, o delegado negou a informação.

“Isso não procede. O homem ficou acuado e tentou se esconder no supermercado. Ele não agrediu ninguém. Realmente só estava muito resistente para voltar ao hospital”, disse Pelarin.

O paciente aparece nas imagens enviadas à reportagem de máscara ao ser retirado do comércio. Antes, no supermercado, a polícia não confirmou se ele estava com a máscara.

“Nós registramos boletim de ocorrência, mas como não criminal. O homem não foi agressivo. Foi mais desespero por saber que precisaria ser intubado”, afirmou o delegado.

Mercado informou ter fechado para higienização após incidente

Em nota, o supermercado confirmou o ocorrido e alegou que adotou todos os procedimentos de segurança conforme protocolo dos principais órgãos de saúde, autoridades sanitárias e empresas especializadas.

“Imediatamente, a unidade foi fechada para higienização total e reabriu após o procedimento. A rede informa ainda que desde o início da pandemia, adota um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 para garantir a máxima proteção dos seus colaboradores e clientes”, disse em nota.

O Hospital Unimed São Domingos (HUSD) disse que profissionais deram todo o suporte à ocorrência.

“Pouco tempo depois, com apoios das equipes do Samu e Polícia Militar, o paciente já se encontrava novamente internado na unidade”, afirmou.

Paciente foi colocado em uma maca e levado de volta ao hospital em Catanduva — Foto: Arquivo Pessoal

Publicações relacionadas