Tá procurando o quê?
Onde?

Ipatinga recebe 17 novos leitos e outros 20 são esperados para os próximos dias

 Ipatinga recebe 17 novos leitos e outros 20 são esperados para os próximos dias

Devido ao aumento de casos de internação de pessoas diagnosticadas com Covid-19 em Ipatinga, quadro que se repete em todo o Estado, o governo municipal está reforçando a estrutura de atendimento à população de todas as formas possíveis. Conforme antecipado na última semana, a Prefeitura coloca nos próximos dias em funcionamento 17 novos leitos de enfermaria clínica, instalados no prédio da Policlínica Municipal.

A medida tem como objetivo direcionar os atendimentos não Covid para a unidade e, assim, abrir espaço no Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM) para os 20 novos leitos de UTI que são aguardados para os próximos dias, a fim de reforçar ainda mais a rede de socorro aos infectados pela pandemia.

UPA

Outra providência importante é a divisão das salas de espera na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que passarão por intervenções físicas e vão atender em espaços distintos pacientes sintomáticos não respiratórios e sintomáticos respiratórios. Estes terão uma entrada separada, exatamente para evitar o contato com os outros pacientes antes da eventual confirmação de diagnóstico positivo para Coronavírus.

“Não estamos medindo esforços para garantir que a população tenha o melhor atendimento e locais adequados para o acompanhamento da doença. Porém, se a população não nos ajudar, nossos esforços serão em vão. Precisamos conter a disseminação do vírus no município e só vamos conseguir cuidando uns dos outros, ou seja, cumprindo os protocolos de segurança”, reflete o prefeito Gustavo Nunes.

O secretário de Saúde do município, Cleber de Faria, explica que “não apenas Ipatinga, mas todo o Brasil está passando por um período crítico e que pede medidas assertivas e enérgicas”. Ele ressalta que a Policlínica passou por adaptações em tempo recorde para receber os novos leitos.

“Com muito empenho, a Administração montou uma força-tarefa que conseguiu realizar as adequações necessárias num período recorde de seis horas de trabalho. Aguardamos agora apenas a liberação burocrática para iniciar o funcionamento”, informou o secretário.

Publicações relacionadas