Tá procurando o quê?
Onde?

Dra. Melissa Heringer: Dedicação e Realizações

 Dra. Melissa Heringer: Dedicação e Realizações

Melissa Heringer Chamon Barros Quintão sente-se honrada por ter Ipatinga como berço e cidade acolhedora, onde nasceu e reside até os dias atuais. Médica, psiquiatra, trabalha na AAPI (Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga), atende em seu consultório particular, no NAEMC e até o momento no Hospital Psiquiátrico André Luiz, em Belo Horizonte.

“Desde muito pequena percebi que nesta vida levamos muito tempo para nos tornarmos o que realmente desejamos trilhar, e que o tempo é corrido e que exige de nós esforço e determinação.

Precisamos construir a cada dia trechos da estrada que devemos percorrer para que os sonhos sejam alcançados. Assim acontece em minha vida. Primeiro fui agraciada com três filhos maravilhosos, razão do meu viver. Depois, resolvi me tornar bacharela em Direito, o que muito me orgulhou. Mas a carreira jurídica não me preencheu a alma,” nos conta Melissa.

No ano de 2010 conseguiu realizar seu grande sonho de se formar em Medicina! E nessa profissão se realiza mais a cada dia. “Na Medicina a Psiquiatria me enobrece a cada dia, sinto-me uma aprendiz e, ao mesmo tempo, agracio-me com a sensação de poder ser útil e feliz,” diz.

Grata por todo aprendizado e ensinamentos que a tornaram uma mulher decidida, forte e competente, Melissa tem muito orgulho de sua base familiar e pelas pessoas que cruzaram seu caminho trazendo ensinamentos sempre valiosos. “Tenho a grata oportunidade de ter uma família sólida e idônea, representada por meu pai, Márcio Quintão, minha mãe, Leninha, minhas irmãs e meus filhos.

Sou privilegiada e guarnecida por ter sido acolhida desde minha juventude pelo carinho e ensinamentos obtidos na Casa da Esperança, NAEMC, representada pela Tia Lúcia, nossa mãe de coração. Além do título de Psiquiatra tenho a oportunidade de atender numa Casa que eu já respeitava mesmo antes de ser médica. Aliás, fiz Medicina inspirada pelos valores aprendidos no NAEMC e com a Tia Lúcia,” afirma.

Publicações relacionadas