Tá procurando o quê?
Onde?

Autoridades municipais unem esforços para reduzir índices de criminalidade na área central de Ipatinga

 Autoridades municipais unem esforços para reduzir índices de criminalidade na área central de Ipatinga

A Prefeitura de Ipatinga, representada por membros das Secretarias de Segurança e Convivência Cidadã (Sescon) e de Assistência Social (SMAS), participou nesta terça-feira (23) de um encontro no auditório da Câmara de Diretores Lojistas (CDL), promovido pela Polícia Militar. O objetivo foi apresentar ao governo municipal e aos comerciantes do Centro que fazem parte do programa Rede de Comerciantes Protegidos dados referentes a delitos registrados na área central da cidade.

De acordo com o comandante da 82ª Cia. de Polícia Militar de Ipatinga, tenente Jacson Ribeiro Araújo, o Programa visa reduzir a vulnerabilidade dos estabelecimentos comerciais à criminalidade; aumentar a sensação de segurança e estimulá-la com base na solidariedade do vizinho para coibir ações delituosas. “Por isso precisamos da participação de todos os atores envolvidos: as instituições, as associações e os empreendedores, com a parceria dos poderes constituídos”, frisou.

Durante o encontro, o oficial da PM apresentou dados abrangentes de ocorrências acontecidas na área central do município. Alguns números foram positivos, como a redução de 24% dos furtos em relação ao mesmo período do ano anterior. No entanto, o índice de arrombamentos aumentou, e as principais causas apontadas foram as lojas fechadas em função da pandemia, além do desencarceramento de infratores.

Outro fator apontado pelo comandante como influenciador do agravamento da criminalidade foi a alta concentração de moradores em situação de rua na região do Centro, onde o fluxo de pessoas é maior e, consequentemente, a doação de esmolas. “Fizemos uma parceria com a Prefeitura e o Corpo de Bombeiros para uma ação conjunta de monitoramento das áreas centrais, a fim de coibir furtos e arrombamentos, e os resultados têm se mostrado positivos”, ressalvou.

Como destacou o secretário de Segurança e Convivência Cidadã, Décio Camargos, a pasta é responsável, dentre outras tarefas, por realizar a interface com os comandos das polícias Civil, Militar e o Corpo de Bombeiros, assim como os órgãos de segurança ligados aos governos estadual e federal. Ele disse que o município não medirá esforços para contribuir com a redução do índice de criminalidade no município. “Faremos todo esforço possível para reativar o Programa Olho Vivo. Vamos trabalhar também para instalar a Guarda Municipal. E nos colocamos à inteira disposição de toda a sociedade para elevar os níveis de segurança na cidade”, salientou.

Publicações relacionadas