Tá procurando o quê?
Onde?

Prefeito de Ipatinga visita apartamento acabado do Residencial Bom Jardim III

 Prefeito de Ipatinga visita apartamento acabado do Residencial Bom Jardim III

A convite da Construtora Master, empresa que é responsável pela etapa de finalização das obras desde junho do ano passado, o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, esteve visitando na manhã do último sábado (20) o Residencial Bom Jardim III, tendo a oportunidade de conhecer a primeira unidade habitacional concluída de um total de 300 a serem entregues até o final deste ano. A construtora também ofereceu às famílias que serão beneficiadas o privilégio de entrarem no apartamento finalizado, sendo que elas foram divididas em vários grupos de dez pessoas, que se revezaram em vários horários durante todo o dia, em função dos cuidados relacionados à pandemia de covid-19. O vereador Chiquinho, morador do bairro, acompanhou a visita, representando o Legislativo.

As obras do Residencial são executadas por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, com financiamento da Caixa Econômica Federal, e o prefeito Gustavo Nunes garantiu que o município se empenhará para dar agilidade à liberação das documentações necessárias logo que a construção for concluída. “No que depender do município, faremos tudo em tempo recorde, imediatamente”, assegurou.

O Executivo tranquilizou as famílias, também, quanto à realização de alguns serviços acessórios que caberão ao governo local para melhoria da infraestrutura na região do conjunto habitacional, que está localizado no final da avenida das Flores.

De acordo com a engenheira responsável pelas obras, Nicole Malta, a conclusão dos apartamentos estava programada para o final de 2020, seis meses após o início da última etapa. Contudo, a falta de materiais e os atrasos para entrega impossibilitaram o cumprimento do cronograma. Assim, a previsão é de que somente no final de 2021 os moradores recebam as chaves dos imóveis.

Irregularidades e atrasos

O Residencial Bom Jardim III, destinado a famílias com renda mensal até R$ 1.800, começou a ser construído em 2014. No final de 2015, por causa de irregularidades identificadas na gestão da Associação Habitacional de Ipatinga (AHI), houve uma intervenção federal. A partir daí, aconteceu uma paralisação de praticamente três anos, até que o serviço pudesse ser retomado com a participação direta de dois grupos de moradores, reunidos em duas comissões – a CRE (Comissão de Representantes do Empreendimento) e a CAO (Comissão de Acompanhamento de Obras).

O soldador e presidente da CRE, Bruno Pereira de Assis, disse ter ficado feliz com a presença do prefeito no canteiro de obras, considerando “muito positivo o compromisso feito pelo governo atual em também ser um apoiador de nossa causa”. Conforme ele, “é triste constatar que pelo menos dez das pessoas contempladas com os apartamentos já não poderão habitá-los, porque morreram antes da entrega. Infelizmente, nesse tempo todo de espera, maridos perderam esposas, esposas perderam maridos, e eles não terão o prazer de desfrutar de sua casa própria”, lamentou.

O Residencial Bom Jardim III é constituído de 14 blocos, com um total de 300 apartamentos, que vão beneficiar cerca de mil pessoas. Cada um deles tem área de 42m², com sala/copa, varanda, cozinha, banheiro e dois quartos.

Publicações relacionadas