Tá procurando o quê?
Onde?

Prefeito de Ipatinga percorre bairros e detecta necessidades dos moradores

 Prefeito de Ipatinga percorre bairros  e detecta necessidades dos moradores

O prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, percorreu na manhã desta quinta-feira (4) alguns pontos considerados críticos no bairro Limoeiro, distrito de Barra Alegre e Pedra Branca, onde a comunidade cobra intervenções do poder público. Acompanharam o chefe do Executivo o vereador Hermínio Bernardo, o secretário de Saúde, Juliano Nogueira, e o secretário de Educação, Sérgio Mendes, e sua adjunta, Patrícia Avelar, além de algumas lideranças locais.

O primeiro local visitado foi o Morro Nossa Senhora Aparecida, no bairro Limoeiro, onde há vários anos os moradores vivem em situação de insegurança devido a um problema de instabilidade de encostas. Mantendo o princípio de assegurar mais proteção aos moradores que vivem em áreas de risco no município, a Administração reitera o compromisso de reprogramar algumas das obras custeadas por meio do programa de financiamento Finisa, da Caixa Econômica Federal, com definição de uma nova escala de prioridades. Está sendo avaliada a construção de um muro de arrimo no ponto de erosão visitado.

A comitiva esteve também nas Unidades Básicas de Saúde de Barra Alegre e Pedra Branca para ver de perto a necessidade de cada uma. Funcionários e usuários foram consultados para a programação de melhorias.

O chefe do Executivo esteve ainda com os secretários na Escola Municipal Hermes de Oliveira Barbosa, no Pedra Branca, para conferir a organização dos protocolos de volta às aulas e conversar com os diretores e outros membros da comunidade escolar na região.

O prefeito destacou a importância dessas visitas e reforçou que o diálogo é fundamental para que todos os problemas do município sejam detectados “Hoje pela manhã, a pedido do vereador Hermínio Bernardo, que é daquela Regional, estive em alguns locais no bairro Limoeiro, distrito de Barra Alegre e Pedra Branca para entender melhor algumas demandas apresentadas. Temos que verificar de perto todos os problemas identificados, seja nas salas de aula, nas unidades de saúde como em todos os demais setores. E para isso o diálogo com moradores e servidores é fundamental”, concluiu.

Publicações relacionadas