Menino em tonel: Saiba como denunciar maus-tratos

 Menino em tonel: Saiba como denunciar maus-tratos

Foto: Reprodução – G1

O resgate do menino de 11 anos que era mantido acorrentado dentro de um tonel, sem alimentação e condições de higiene pela própria família, após denúncia feita por um vizinho da casa à Polícia Militar, em Campinas, no dia 30 de janeiro, chocou a opinião pública brasileira e despertou o interesse sobre os canais para informar casos de violência contra crianças no país.

A delegada da Polícia Civil Raquel Kobashi Gallinati Lombardi explica que as ligações podem ser feitas de forma anônima pelas vítimas, familiares ou por qualquer pessoa que tomar conhecimento de violência contra crianças.

Além do 190, tradicional número da Polícia Militar para atendimento de chamados de urgência, há o Disque 181 (disque denúncia da Polícia Civil paulista), além do Disque 100, um serviço disseminação de informações sobre direitos de grupos vulneráveis e de denúncias de violações de direitos humanos do governo federal.

O DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) possui duas delegacias especializadas que investigam violência praticada contra a criança, adolescente e casos de pedofilia. Entretanto, qualquer delegacia da Polícia Civil também está apta a receber denúncias.

A delegada Raquel Kobashi Gallinati Lombardi ressalta que a violência contra crianças ocorre principalmente dentro de casa e que a situação foi agravada pela pandemia, em razão do confinamento das famílias.

“Os casos mais comuns são de violência física, abuso sexual, negligência ou uma combinação de todas. Porém, esta semana tivemos notícia de um crime brutal que muito chocou pela crueldade contra o menor”, lamentou.

A policial, que preside o Sindpesp (Sindicato dos Delegados de Polícia de São Paulo), acrescenta que, as DDMs (Delegacias de Defesa da Mulher) recepcionam os casos diversos de violência doméstica — que também registrou aumento de casos durante a pandemia da covid-19.

Confira a relação de locais para atendimento de menores na estrutura da Polícia Civil de São Paulo:

— DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa):
5ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Criança e o Adolescente –
investiga os crimes contra a vida da criança e do adolescente;
4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia – apura e reprime os crimes contra a
dignidade sexual de vulneráveis.

Fonte: R7

Publicações relacionadas

X