Tá procurando o quê?
Onde?

Homem tenta matar a ex em BH e debocha da PM ao ver viatura: ‘Corruptos’

 Homem tenta matar a ex em BH e debocha da PM ao ver viatura: ‘Corruptos’

Mesmo preso, dentro da viatura, agressor seguiu fazendo ameaças à vítima: ‘Vou matar essa vagab…’ (foto: Pixabay)

Um homem de 34 anos tentou matar a ex-companheira de 29 que questionou o valor da pensão paga por ele ao filho do casal, que seria de apenas R$ 100. Preso pela polícia, ele debochou da Justiça, dos próprios policiais e seguiu reafirmando que mataria a ex-mulher. O caso foi registrado na noite desta terça-feira (19/1), no Bairro Santa Mônica, Região da Pampulha.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito foi até a casa da mulher, que mora na Rua Visconde de Taunay, para entregar a pensão do filho do casal, de 4 anos. A jovem desceu até a portaria para receber o dinheiro. Ao constatar o valor, teria dito que cobraria a quantia devida na justiça.
Conforme a PM, o homem ficou transtornado diante da afirmação e começou a agredir violentamente a ex. Ele tentou asfixiá-la, bateu com a cabeça dela contra o asfalto, além de desferir chutes e socos.

Par fugir do ataque, a mulher correu para dentro de seu apartamento, mas o homem foi atrás. Chegando lá, tentou esfaqueá-la, mas a moça conseguiu se trancar no banheiro. Ele então destruiu os móveis e objetos da residência.

Os vizinhos acionaram a polícia e o suspeito saiu do local do crime, gritando que voltaria para matar a vítima. Ele, de fato, voltou, mas se deparou com a viatura na porta do prédio.

Os militares relatam que a presença da guarnição não intimidou o agressor, que teria zombado dos agentes dizendo que “a lei não funciona”, que “subornaria o delegado”, que “os policiais são todos corruptos e que “não estava nem aí”.

O suspeito foi preso por tentativa de feminicídio e roubo, já que tomou o celular, o cartão de débito, a chave do carro e dinheiro da ex. Ele foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher, no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul da capital. Segundo a PM, dentro da viatura, ele permaneceu fazendo ameaças a vítima: “Vou matar essa vagabunda…”.

Fonte: Estado de Minas 

Publicações relacionadas