Tá procurando o quê?
Onde?

Homens são presos por fraudar exame para obter a CNH em Coronel Fabriciano

 Homens são presos por fraudar exame para obter a CNH em Coronel Fabriciano

A Polícia Civil de Coronel Fabriciano, no leste de Minas, prendeu dois homens que tentavam fraudar uma prova de legislação para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os homens, de 47 e 51 anos de idade, resolviam as questões da prova usando equipamentos eletrônicos, como ponto eletrônico, microcâmera e receptor de sinal de internet.

Com esses equipamentos, os dois homens passavam a uma terceira pessoa, que estava do lado de fora do local da prova, as questões do exame, por meio das imagens da microcâmera, preso a um dos botões de suas camisas. E recebiam as respostas por meio do ponto eletrônico, discretamente instalado nos ouvidos.

Mesmo com a discrição do uso dos equipamentos, os dois foram descobertos pelos examinadores que aplicavam a prova. Ainda foi descoberto, dentro de uma mochila, o receptor de sinal de internet.

Na investigação, os policiais civis descobriram que os homens vieram de Esmeraldas especialmente para fazer o exame. Eles confessaram aos policiais civis que o terceiro elemento da fraude, que fica do lado de fora do local do exame passando as respostas, havia cobrado R$ 3 mil de cada um deles pelo serviço.

Todos foram autuados no artigo 311 do Código Penal, por fraudar certame de interesse público. Com o auto de prisão, eles foram levados ao presídio de Fabriciano. O delegado Washington Moreira, que investiga o caso, vai prosseguir nas investigações para identificar outras conexões da fraude.
Essas conexões criminosas, a que o delegado se refere, são similares a que aconteceu em 27/06/2019, quando um homem foi preso pela Polícia Civil, no Detran Boa Viagem, em Belo Horizonte, MG, se valendo do mesmo artifício para fraudar o exame, com o uso de ponto eletrônico.

Publicações relacionadas