Tá procurando o quê?
Onde?

Bolsa fecha em alta de 1,12% e atinge pico histórico

 Bolsa fecha em alta de 1,12% e atinge pico histórico

Após a pausa para o Natal, o Ibovespa emendou nesta segunda-feira (28) a terceira sessão positiva que o levou acima dos 119 mil pontos nas máximas desta segunda, reaproximando o índice dos 119.370,48 observados em 18 de dezembro, o melhor nível intradia desde 24 de janeiro, então no pico histórico de 119 593,10 pontos.

Ao fim, o índice da B3 mostrava, nesta segunda, ganho de 1,12%, aos 119.123,70 pontos, o segundo maior nível de fechamento registrado pelo Ibovespa, superado apenas pelo de 23 de janeiro, quando foi a 119.527,63 pontos. Também oscilou entre a mínima de 117.804,95 e a máxima de 119.212,79, com abertura a 117 805,56, neste começo de última semana do ano. Em 2020, tem ganho de 3,01%, com avanço de 9,39% em dezembro.

O giro financeiro chegou a parecer que cresceria significativamente, sobretudo na primeira metade dos negócios. O volume totalizou R$ 25,2 bilhões nesta segunda-feira. Havia chegado aos R$ 24,5 bilhões, na sessão que precedeu o Natal.

O mercado doméstico seguiu o bom humor observado desde cedo no exterior, movido pela assinatura do presidente Donald Trump do pacote de 900 bilhões de dólares (R$ 4.722 trilhões), nos Estados Unidos, e pelo entendimento entre Reino Unido e União Europeia quanto ao acordo pós-Brexit. Quase sem interrupção, o Ibovespa se recuperou e se manteve acima dos 119 mil pontos desde as 15h30, após ter reingressado nesta casa às 13h55.

– Com vacinas e, agora, o pacote nos EUA, o ambiente ficou mais leve, favorecendo um movimento de inércia que deixou diversos papéis esticados ao longo desses últimos 40 dias – apontou Rodrigo Barreto, analista gráfico da Necton.

Na ponta do Ibovespa nesta antepenúltima sessão do ano, o destaque é para alta de 12,02% na ação do IRB, após divulgação de dados operacionais de outubro, que sinalizam recuperação ante o terceiro trimestre. Cielo, em alta de 7,93% no fechamento, e WEG, com +3,97%, completaram o pódio desta segunda-feira. No lado oposto do índice, Qualicorp cedeu 1,59%, à frente de Gol (-1,18%) e Usiminas (-1,09%). As ações de maior peso no Ibovespa, como as da Petrobras (PN +0,82% e ON +0,74%) e de bancos (Santander +1,95%, BB +1,10% e Bradesco PN +0,97%), tiveram um desempenho positivo na sessão. Vale ON cedeu 0,06%.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas