Tá procurando o quê?
Onde?

Bar tem superlotação em show de pagode e é interditado em Contagem

 Bar tem superlotação em show de pagode e é interditado em Contagem

A Guarda Municipal (GM) e a Polícia Militar (PM) fecharam um bar, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite deste domingo (27), depois de um show de pagode. Segundo os agentes, o público era três vezes maior do que o permitido.

A GM chegou ao endereço, na Avenida João César de Oliveira, após denúncias de vizinhos e de outras pessoas. Na calçada havia muitas mesas, cadeiras e gente desrespeitando o distanciamento social.

De acordo com o chefe de Agrupamento da GM, Cássio Cunha, no lugar tinham cerca de 300 pessoas, três vezes mais que o permitido.

Segundo a corporação, o gerente contou que não esperava aquela quantidade de clientes e, como o evento foi bastante divulgado nas redes sociais, ele acabou perdendo o controle.

Conforme o decreto de Contagem, é permitido o consumo de bebidas em bares. As apresentações musicais também estão liberadas, desde que sejam de forma isolada e sem contato com o público.

Cunha falou ainda que será apresentado um relatório para o Comitê de Enfrentamento da Covid-19 para que seja avaliada a necessidade de ajustes em novos decretos.

Até o momento, mais de 500 pessoas já morreram por causa da doença na cidade.

Mais aglomerações

Flagrantes de festas e aglomerações marcaram o fim de semana na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Centenas de pessoas se reuniram em um baile funk em uma rua do bairro Morada Nova, em Contagem. Tinha cantor comandando a festa, muita aglomeração e, pelo visto, ninguém usando máscara.

Em Betim, a festa foi dentro de um bar, que fica em um centro de eventos, na Rodovia Fernão Dias. Por lá, também teve música ao vivo e muita gente dançando na pista.

Em Sabará, tinha tanta gente reunida, que não dá para ter ideia da quantidade de pessoas no local. A festa aconteceu em um bar, que fica na zona rural da cidade. O uso de máscaras não foi obrigatório.

Em Santa Luzia, em uma quadra de esportes, que também é um bar, centenas de pessoas se reuniram. Tinha DJ comandando a festa e muita bebida em cima dos tambores. O registro foi publicado nas redes sociais, no domingo à tarde./

Em Belo Horizonte, também teve festa com muita gente reunida, em uma casa de eventos na orla da Lagoa da Pampulha. Teve banda ao vivo, pessoas sem máscaras e sem respeitar o distanciamento.

Entre a capital e Ribeirão das Neves, os frequentadores participaram de uma festa em um bar no bairro Maria Helena. Teve muita música e aglomeração.

A Prefeitura de Belo Horizonte informou que o balanço da fiscalização dos estabelecimentos, que descumpriram os protocolos sanitários, será divulgado nesta segunda.

Sobre a festa que ocorreu na orla da Lagoa da Pampulha disse que não pode responder, porque não tinha o endereço correto do imóvel. Sobre o evento no bairro Maria Helena, a prefeitura informou que o estabelecimento não pertence ao município.

A Prefeitura de Sabará afirmou que a GM e a PM foram até o local, onde ocorreu a festa. O local foi notificado. A prefeitura reforçou que é importante que a população denuncie.

A reportagem entrou em contato com as prefeituras de Betim, Contagem, Ribeirão das Neves e Santa Luzia sobre as festas e aglomerações registradas no fim de semana e, até a última atualização desta reportagem, não havia obtido retorno.

Fonte: G1

Publicações relacionadas