Tá procurando o quê?
Onde?

Escolas municipais de Fabriciano elegem diretor e vice na próxima terça-feira, 15

 Escolas municipais de Fabriciano elegem diretor e vice na próxima terça-feira, 15

As escolas da rede municipal de ensino de Coronel Fabriciano terão eleições para diretor e vice na próxima terça-feira, 15. A escolha das chapas foi definida nesta quinta-feira, 10, com a apresentação dos documentos necessários para a inscrição na Secretaria de Governança Educacional.

Das 15 escolas, apenas 4 terão duas chapas concorrendo: E.M. Maria da Conceição Ataíde, na Serra dos Cocais; E.M. Maria da Penha Lima, Morada do Vale; E.M. Raimunda Coura, Caladinho de Cima; E.M. Senador Zé Alencar, Sílvio Pereira 2. As demais terão chapa única.

O processo de votação é aberto à comunidade escolar, professores, servidores da educação, pais e responsáveis dos alunos até o 7º ano do ensino fundamental. Alunos do 8º, 9º e da Educação de Jovens e Adultos – EJA também podem votar. Na terça-feira, as escolas vão disponibilizar urnas e mesa de votação, no horário das 8h às 15h. Quem for votar deve obrigatoriamente usar máscara. O mandato é de três anos (2021-2023).

O Secretário de Governança Educacional, Prof. Carlos Alberto Serra Negra ressalta que o Conselho Municipal de Educação teve papel primordial na preparação do processo eleitoral. A eleição segue as normas do conselho. Os candidatos tiveram que apresentar o plano de trabalho e documentos exigidos pelo edital para participarem do processo de escolha aos cargos de diretor e vice-diretor, além da análise de sua ficha funcional para comprovação de capacidade e idoneidade.

“O presidente do conselho e todos os membros participaram ativamente de forma autônoma e ajudaram a dar transparência absoluta no processo. Diante disso, nós acreditamos em uma eleição com grande lisura, democrática e bastante tranquila”, disse Serra.

O novo mandato dos diretores e vices começa em janeiro, em data ainda a ser definida pela secretaria. Segundo Serra Negra, a expectativa é de dar posse o mais breve possível para que os gestores possam responder juridicamente pelas escolas.

Publicações relacionadas