Tá procurando o quê?
Onde?

Chuva que alagou Uberlândia arranca asfalto, derruba árvores e deixa lama pelas vias da cidade

 Chuva que alagou Uberlândia arranca asfalto, derruba árvores e deixa lama pelas vias da cidade

Equipes da Prefeitura de Uberlândia, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil trabalham em diferentes regiões da cidade, na manhã desta quarta-feira (9), para fazer reparos dos estragos causados pela chuva.

Foram diversos registros de alagamentos durante o temporal que durou cerca de duas horas. Pelo menos 15 pessoas foram resgatadas, todas sem ferimentos. O maior número de registro foi na Avenida Rondon Pacheco.

Segundo o Laboratório de Climatologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), por cerca de seis horas choveu 118 milímetros. Esse volume equivale a 40% da média para o mês de dezembro.

Segundo informou o Secretário de Obras, Norberto Nunes, equipes fazem a recomposição do asfalto em diversos pontos.

Os mais críticos foram Avenida Presidente Médice, Bairro Morada da Colina, Rua Benjamin Alves dos Santos, próximo a região onde um córrego transbordou e na rotatória da Avenida Geraldo Abrão com a Avenida Vereador Carlito Cordeiro.

No cruzamento da Rua Jaime Tannus com Avenida Joaquim Ribeiro, no Bairro Santa Luzia, parte do asfalto cedeu.

A forte chuva atingiu Uberlândia fim da tarde e início da noite desta terça-feira causando diversos pontos de alagamento e tensão. O Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a Polícia Militar foram para as ruas e avenidas para ajudar no atendimento das ocorrências.

Publicações relacionadas