Tá procurando o quê?
Onde?

Sobrevivente de Taguaí: ‘Tive que passar por cima de mortos’

 Sobrevivente de Taguaí: ‘Tive que passar por cima de mortos’

Rosana Aparecida Santos, uma das sobreviventes do acidente que aconteceu perto de Taguaí, em São Paulo, falou à revista Época sobre o caso. Ela contou que teve que passar por cima de pessoas mortas, após a colisão entre o caminhão e o ônibus onde estava.

– Foi muito rápido. Não senti nada batendo em mim. Peguei minha bolsa, levantei e saí pelos fundos, que estava aberto. Tive que passar por cima de várias pessoas mortas e outras agonizando – disse ela.

Santos, que tem 47 anos e trabalha como revisora de costura, relatou ainda o momento da batida.

– Foi uma ultrapassagem proibida por parte do motorista. Ele estava muito encostado no caminhão da frente e, mesmo assim, sem visibilidade, ultrapassou. Quando senti o balanço do ônibus, levantei do banco, percebi que o motorista do caminhão tentou tirar pro lado, mas não conseguiu, não deu tempo. O ônibus ficou completamente destruído no lado do motorista, e o caminhão foi parar a uns 50 metros, num barranco – contou.

O acidente aconteceu na manhã de quarta-feira (25). Ao todo, 41 pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas.

Após a colisão, Rosana ficou sem sangramentos e consciente. Dos 11 feridos, apenas cinco receberam alta médica até o momento.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas