Tá procurando o quê?
Onde?

Programa de combate à fome vence Greta e leva Nobel da Paz

 Programa de combate à fome vence Greta e leva Nobel da Paz

O Programa Mundial de Alimentos (PMA), administrado pela Organização das Nações Unidas (ONU), foi o grande vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2020. Ao todo, 318 candidatos, sendo 211 indivíduos e 107 organizações, concorriam nesta edição que foi a segunda com maior número de concorrentes, perdendo apenas para o ano passado, que contou com 376 postulantes.

Maior agência humanitária de combate à fome do mundo, o programa da ONU atendeu em 2019 vítimas de insegurança alimentar aguda em 88 países. O PMA atua em mais de 80 países e fornece alimentos a 90 milhões de pessoas no mundo, incluindo 58 milhões de crianças.

A primeira edição do Nobel foi realizada em 1901. Desde então, o Nobel da Paz é dedicado, segundo estatuto da Fundação Nobel “à pessoa que mais ou melhor trabalhou pela fraternidade entre as nações, pela abolição ou redução dos exércitos e pela promoção de congressos de paz”.

Assim como em 2019, o nome da ativista do clima Greta Thunberg era novamente apontado como sendo uma das candidatas ao prêmio. Entretanto, assim como no ano anterior, a jovem acabou não sendo a escolhida. Outro nome ligado à movimentos sociais que era colocado como candidato era do líder indígena cacique Raoni Metuktire.

Por não ser divulgada publicamente há pelo menos 50 anos, a lista dos indicados ao prêmio gera anualmente uma série de especulações e alguns nomes nada convencionais surgem em casas de apostas, como o do atacante brasileiro Roberto Firmino. Entretanto, candidatos podem anunciar que estão concorrendo ao prêmio.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas