Tá procurando o quê?
Onde?

Estudante que se passava por filha de juíza é condenada

 Estudante que se passava por filha de juíza é condenada

A estudante de fisioterapia Joara Chagas da Silva, de 25 anos, foi condenada pela Justiça de Mato Grosso, na terça-feira (6), por seis estelionatos e um furto mediante abuso de confiança. Ela, que era conhecida como Joara Pimentel, deve cumprir 15 anos de prisão em regime fechado no município de Sorriso.

Segundo as informações divulgadas nesta quinta (8), pelo portal G1, ainda cabe recurso. De acordo com a ação judicial, Joara usava as redes sociais para se passar por outras pessoas e aplicar golpes. Ela conseguiu comprar roupas e outros produtos pela internet, com comprovantes de depósitos falsos. Fora isso, a jovem chegou a furtar um cheque do namorado e falsificou a assinatura dele para pagar o aluguel.

Por meio de seu perfil nas redes, e em depoimento, ela sempre se declarou inocente das acusações.

Joara já tinha sido condenada a 2 anos e seis meses de reclusão por estelionato. Ela foi detida em maio, após determinação de um desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), por ter se passado por filha de juíza para aplicar golpes. Na nova condenação, a 2ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso descobriu que entre 2017 e 2020, a jovem enganou namorados e comerciantes.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas