Tá procurando o quê?
Onde?

Em meio à crise, Cruzeiro se reúne para conduzir Sérgio Rodrigues a novo mandato na presidência

 Em meio à crise, Cruzeiro se reúne para conduzir Sérgio Rodrigues a novo mandato na presidência

Sérgio Santos Rodrigues será o presidente do Cruzeiro no centenário do clube, comemorado em 2 de janeiro de 2021. Na noite desta quarta-feira, no Parque Esportivo do Barro Preto, em Belo Horizonte, ele será confirmado como mandatário para o próximo triênio (2021-2023).

As eleições serão realizadas a partir de 15h e com término previsto para as 20h. Apenas a chapa encabeçada pelo atual presidente registrou candidatura. Os vices-presidentes serão os mesmos: Lidson Potsch Magalhães e Biagio Teodoro Peluso.

O pleito acontece mais uma vez em meio à crise do Cruzeiro. Atualmente, o clube é apenas o 17º colocado na classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. A possibilidade de passar o ano do centenário fora da elite do futebol nacional parece cada vez mais real para o torcedor celeste.

Fora de campo, a atual gestão ainda batalha para resolver problemas na Fifa. O Cruzeiro está impossibilitado de registrar novos jogadores em função da punição determinada pela entidade máxima do futebol pelo não-pagamento de uma dívida de cerca de R$ 7,5 milhões pela compra dos direitos econômicos de Willian, em 2014.

Ainda na seara administrativa, o Cruzeiro precisou reformular seu organograma na última semana. Sem resultados positivos em campo, o clube definiu a saída do então executivo de futebol, Ricardo Drubscky. Embora muito criticado por decisões controversas, Deivid assumiu a função.

Sérgio Santos Rodrigues

Advogado, Sérgio tem longo currículo no Cruzeiro. Já foi assessor jurídico da presidência, superintendente de negócios internacionais e superintendente de futebol. Seu currículo também registra cursos na Universidade do Futebol e na CBF, além de MBA de Gestão de Entidades Desportivas no Real Madrid.

Essa é a terceira eleição que Sérgio participa. Na primeira, ele encabeçou a chapa apoiada pelos irmãos Zezé Perrella e Alvimar de Oliveira Costa, mas acabou derrotado por diferença de 35 votos para Wagner Pires de Sá, que acabou renunciando ao cargo em dezembro de 2019.

No último pleito, realizado em maio deste ano, Sérgio foi novamente apoiado pelos irmãos Zezé Perrella e Alvimar de Oliveira Costa. Ele também recebeu o voto do ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares para derrotar Ronaldo Granata por 269 a 74.

Presidente do Cruzeiro desde 1º de junho, Sérgio contratou muitos profissionais de sua confiança nos três primeiros meses de sua gestão. Ele criou pelo menos sete novos cargos na estrutura administrativa do clube (superintendente de relações governamentais; superintendente comercial e inteligência; superintendente de inovação, comunicação e digital; diretor de operações; diretor-executivo de esportes; head de brand experience e head de inteligência e CRM).

A principal ação implementada pelo grupo de trabalho foi a ‘Operação Fifa’. O clube abriu possibilidade de o torcedor doar dinheiro por meio de uma plataforma, comprar “ingressos virtuais” para as partidas, além de contribuir com os ‘Centavos Celestes’. De acordo com os números divulgados no fim de setembro, toda a movimentação conseguiu angariar cerca de R$ 800 mil.

Mas é no futebol que o trabalho é alvo de muitas críticas. Mesmo com o maior orçamento da Segunda Divisão, o grupo de trabalho formado por Sérgio Santos Rodrigues ainda não conseguiu formatar uma equipe capaz de brigar pelas primeiras posições da Série B. Com a competição em andamento, o departamento de futebol tenta mudar as peças, provando o erro de avaliação feito antes do torneio.

Coronavírus

De acordo com o Cruzeiro, várias medidas de segurança foram adotadas para prevenção ao coronavírus na eleição desta quarta-feira. Estão previstos para o local cabine de desinfecção, controle do fluxo de pessoas e medição de temperatura dos conselheiros. Além disso, só será permitida a entrada daqueles que estiverem usando máscaras.

Conselheiros com direito a voto terão acesso pela rua dos Guajajaras, número 1.722, enquanto a saída só será autorizada pela rua Ouro Preto. Somente poderão permanecer no espaço de votação os membros da comissão eleitoral, fiscais de cada chapa e profissionais que atuarão no pleito.

Publicações relacionadas