Tá procurando o quê?
Onde?

Jovem recebe madeira no lugar de notebook comprado online

 Jovem recebe madeira no lugar de notebook comprado online

Em Pernambuco, uma estudante que se prepara para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pediu um notebook como presente de aniversário. O equipamento foi comprado pela internet com o objetivo de ajudar os estudos da jovem, porém Beatriz Staudinger e sua família tiveram uma triste surpresa na chegada do pedido.

Beatriz notou que o notebook estava quebrado. O pai dela, Bruno Staudinger, é advogado e integrante da Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco, e procurou a empresa que vendeu o produto, solicitando uma troca.

– Deram um prazo para a gente para recolher o aparelho defeituoso, não trocar, só recolher, e, mesmo assim, não cumpriram com esse prazo – relatou o pai da estudante.

A família chegou a mover uma ação judicial e esperou dois meses para receber um novo notebook. Mas a segunda encomenda veio ainda pior.

– Abri aqui e veio uma madeira, não tem mais nada dentro da caixa – disse a jovem, em um vídeo.

O advogado Bruno Staudinger judicializou outra ação para tentar resolver o problema. Enquanto isso, a filha dele vai ter que continuar estudando pelo celular.

– Entendo que isso é um crime contra o consumidor, vou relatar isso ao juiz, esse descaso. Estamos buscando a retratação, tanto a troca do aparelho quanto a questão da indenização por danos morais – disse o pai de Beatriz.

A empresa Casas Bahia disse à Globo que repudia qualquer tipo de prática danosa ao consumidor e que está investigando o caso. A empresa afirmou ainda que fez contato com a família para entregar um novo notebook o mais rápido possível.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas