Tá procurando o quê?
Onde?

Profissionais da área de eventos pedem, em passeata, plano de retomada do setor

 Profissionais da área de eventos pedem, em passeata, plano de retomada do setor

Um grupo de empresários e trabalhadores do setor de eventos (técnicos, produtores e outros agentes da indústria do entretenimento) estão realizando na tarde desta segunda-feira (5) uma manifestação em Belo Horizonte, com o objetivo de pedir o retorno gradual das atividades em Minas Gerais. O movimente tem, entre seus organizadores, a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento (Amee). A concentração aconteceu na praça da Liberdade, região Centro-Sul da cidade. Vestidos de preto, em sinal de luto, os participantes caminhar até a porta da sede da prefeitura da capital, na avenida Afonso Pena.

A expectativa de Rodrigo Marques, presidente da Amee, é que a manifestação reúna cerca de 2.000 pessoas. Ao Tempo, Marques disse esperar que o ato sirva como marco para a retomada do diálogo com o poder público. Segundo ele, um protocolo de reabertura foi apresentado ao Estado e à Prefeitura de Belo Horizonte há dois meses, mas nenhum representante das duas esferas teria retornado os contatos. “Quando se fala em eventos, pensa-se em grandes shows, mas não é isso. O setor é abrangente, estamos falando de palestras, congressos, festas de 15 anos, confraternizações maiores”, exemplificou.

O presidente da associação, que tem mais de 1.500 filiados, pede a retomada das atividades de um setor inativo há sete meses. “Pergunto: o que você faria se estivesse sete meses sem renda e com as contas continuando a chegar? É isso que estamos passando”, afirmou.

O sinal verde para uma retomada, entretanto, não seria sinônimo de volta imediata. Rodrigo Marques disse que, após um eventual aval das autoridades, seria necessário um tempo para programação de atividades.

São as seguintes, as entidades que participam da manifestação: Amee, Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta), Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos de Minas Gerais (Sindiprom -MG) e Associação Brasileira das Empresas de Formatura (Abeform).

Fonte: O Tempo

Publicações relacionadas