Tá procurando o quê?
Onde?

Governo rebate Folha de SP sobre repasse a programa de Michelle

 Governo rebate Folha de SP sobre repasse a programa de Michelle

O governo federal rebateu uma notícia publicada na última quarta-feira (30) pelo jornal Folha de São Paulo, onde a publicação acusou a administração pública de “desvio de finalidade” de uma doação de R$ 7,5 milhões da empresa Marfrig, que seria originalmente destinada ao Ministério da Saúde para compra de testes da Covid-19 e acabou direcionada ao programa Pátria Voluntária.

Através de uma nota, a Secretaria Especial de Comunicação (Secom) esclareceu que a legislação em vigor impede que o Ministério da Saúde receba recursos privados e informou que o próprio órgão declinou dos recursos por entender que “não precisava mais dos equipamentos [testes da Covid-19]”.

A Secom ainda informou que foi a Marfrig, e não o contrário como noticiado pela Folha de São Paulo, quem procurou o Pátria Voluntária e “optou por repassar a doação ao programa para atender às necessidades de entidades sociais a elas vinculadas”.

– Os recursos arrecadados são direcionados para organizações da sociedade civil para efetivação de atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade, o que de fato ocorreu no caso citado – destacou a nota.

O governo esclareceu ainda que a norma do programa Pátria Voluntária é dar ampla e total transparência aos recursos obtidos pelo projeto por meio da plataforma patriavoluntaria.org em um painel de dados na aba chamada “resultados”.

Fonte: Pleno News

Publicações relacionadas