Tá procurando o quê?
Onde?

ABA inicia 2º etapa do Diagnóstico Situacional da Pessoa Idosa em mais três cidades mineiras

 ABA inicia 2º etapa do Diagnóstico Situacional da Pessoa Idosa em mais três cidades mineiras

A Associação Beneficente Ágape (ABA), em parceria com a Celulose Nipo-Brasileira (CENIBRA) e com o Instituto CENIBRA, inicia neste mês de outubro, a 2º etapa para a realização do Diagnóstico Situacional da Pessoa Idosa em mais três cidades mineiras, sendo Coluna, Ferros e Rio Vermelho. A realização do Diagnóstico faz parte das ações do Projeto Conselho Eficaz Idoso, que visa potencializar os Conselhos Municipais do Idoso, no controle das políticas públicas, promovendo a mobilização, acompanhamento e monitoramento da rede local.

A 1º etapa foi o levantamento em todas as secretarias dos municípios, onde profissionais de cada segmento responderam um questionário sobre a realidade da rede de atuação geral com ênfase nos serviços prestados ao idoso. Nessa 2º etapa, os entrevistadores realizarão a pesquisa com os idosos, sabendo que o idoso é protagonista de suas ações e políticas. Por conta da COVID-19, toda entrevista será conduzida dentro das orientações dos órgãos de saúde e os entrevistadores estarão com todos equipamentos de segurança, pois os idosos fazem parte do grupo de risco.
Neste ano, a ABA já realizou a entrega do Diagnóstico nos municípios de Coronel Fabriciano, Santana do Paraíso, Sabinópolis e Guanhães. O instrumento tem como objetivo nortear o trabalho da gestão municipal e o Conselho do Idoso no que diz respeito às políticas públicas nas diversas áreas como saúde, assistência social, cultura, esporte, lazer e habitação.

O Diagnóstico Situacional da Pessoa Idosa é elaborado mediante coleta e análise de dados, que possibilita observar e mensurar as condições de vida da pessoa idosa, as violações aos direitos fundamentais e os aspectos importantes para a garantia dos direitos, além da inclusão de um perfil demográfico, familiar e socioeconômico.
É importante ressaltar que a ABA tem como foco o desenvolvimento de ações e projetos que visam a proteção, promoção, defesa e garantia dos Direitos Humanos. No que diz respeito à Pessoa Idosa, a instituição organiza, amplia, fortalece e potencializa a política pública municipal de atenção a esse público nos municípios que atua, e busca transformar a realidade municipal dessas políticas.

Publicações relacionadas