Tá procurando o quê?
Onde?

Atlético-MG assina com Thiago Neves, mas cancela contrato após revolta da torcida: “Pilantra”

 Atlético-MG assina com Thiago Neves, mas cancela contrato após revolta da torcida: “Pilantra”

O Atlético-MG desistiu da contração de Thiago Neves após resposta negativa da torcida nas redes sociais, segundo os sites GE e Superesportes. O clube e o atleta já tinham assinado contrato válido até o fim do Brasileirão.

A repercussão foi tão negativa nas redes sociais que a diretoria do Galo desistiu do acerto. A contratação do ex-jogador do Cruzeiro foi um pedido do técnico Jorge Sampaoli.

Após a notícia do acerto entre Thiago Neves e o Aatlético-MG, a Galoucura, maior torcida organizada do clube, se posicionou de forma contrária.

“Salve, salve, rapaziada. Josimar aqui, presidente da Galoucura. Venho falar aqui do posicionamento da nossa torcida, entendeu? Da Galoucura, e creio de todas as outras organizadas do Galo, de todos os atleticanos. A gente é contra. É inadmissível a hipótese desse Thiago Neves, esse safado, vestir a camisa do Atlético, entendeu? A gente entende que vários clubes têm uma rivalidade com um jogador, com outro, e às vezes até um jogador veste a camisa do rival. Mas esse cara aí passou de todos os limites, desrespeitou a torcida do Galo. Então, esse pilantra não pisa e não veste a camisa do Galo, não. Nós, torcedor, nós que manda no Clube Atlético Mineiro. É a gente que vai no estádio, que paga ingresso, nós que tem o amor. Dirigente, presidente, funcionário é tudo passageiro. Vamos ver o decorrer disso aí, mas nós é contra, nós não aceita esse safado aqui. Inadmissível esse cara pelo menos sonhar em vestir a camisa do Atlético. Isso aqui é pesado demais pra qualquer um vestir, ainda mais esse pilantra aí. Isso aí é um posicionamento da Galoucura. Contamos com todas as organizadas, todos os atleticanos. Nós não vamos deixar esse cara vestir a camisa do Atlético não. Esse é um posicionamento da Galoucura, e creio que de todos os atleticanos de verdade (sic)”, diz Josimar Júnior de Souza Barros, presidente da Galoucura, no vídeo publicado no Instagram.

Publicações relacionadas