Tá procurando o quê?
Onde?

Indústria do arroz não acredita em queda no preço do pacote

 Indústria do arroz não acredita em queda no preço do pacote

O diretor presidente da Abiarroz (Associação Brasileira da Indústria do Arroz), Elton Doeler, disse nesta quinta-feira (10) que não acredita em uma queda no preço do arroz, que tem disparado no país nas últimas semanas e chega a custar até R$ 40 a pacote de cinco quilos. Para Doeler, a tendência, ao contrário, é de estabilização dos preços no patamar atual.

“Eu acredito que ele não tenda a ficar mais barato, mas ele tende a se estabilizar nesse patamar de preço que estamos vivendo”, afirmou Doeler em entrevista à GloboNews.

O representante da indústria brasileira não vê efeitos práticos imediatos na medida tomada ontem pelo governo federal, de zerar a taxa de importação do arroz.

“Acho que o mercado vai se regular entre R$ 25 e R$ 35 o pacote de cinco quilos, que reflete entre R$ 5 e R$ 6 (o quilo). Acho que esse é basicamente o cenário que estamos prevendo para os próximos meses”, completou Doeler.

A perspectiva é semelhante à previsão do Ministério da Economia. Segundo Adolfo Sachsida, secretário de Política Econômica da pasta, a alta dos preços ainda “vai durar alguns meses”.

Ontem, o governo zerou a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado até 31 de dezembro deste ano. A medida veio por meio da Camex (Câmara de Comércio Exterior), que é um órgão ligado ao Ministério da Economia.

Fonte: O Estado Online 

Publicações relacionadas