Tá procurando o quê?
Onde?

Reunião segunda (31) pode definir nova adesão de Ipatinga ao Minas Consciente

 Reunião segunda (31) pode definir nova adesão de Ipatinga ao Minas Consciente

Com números epidemiológicos mais confortáveis em relação ao pico da doença, ocorrido em julho, nos próximos dias a cidade de Ipatinga deverá dar mais um passo importante na definição de normas e estratégias para o combate à Covid-19. O Comitê Gestor de Crise foi convocado para uma reunião na próxima segunda-feira (31), desta vez para discutir a possibilidade de adesão do município ao programa Minas Consciente, do Governo do Estado. 

Na última reunião do Comitê, o município optou pela adesão às normas da Deliberação 17, tendo em vista que os parâmetros observados no programa “Minas Consciente” envolviam condições penalizadoras. Ipatinga permaneceria classificado na chamada Onda Vermelha, a mais restritiva, com impedimentos ao objetivo de retomada gradual das atividades econômicas.

O prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, esteve na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, nesta quinta-feira (27), ao lado da secretária municipal de Saúde, Érica Dias, e do secretário municipal para Assuntos Institucionais, Frederico Feres. Eles se reuniram com autoridades da Secretaria Estadual de Saúde para apresentar os dados da macrorregião e também do município, isoladamente, que sinalizam a melhoria dos indicadores locais. 

Além dos representantes do Executivo de Ipatinga, estiveram presentes no encontro o chefe de gabinete da SES, João Pinho, e o Superintendente Regional de Saúde, Ernany de Oliveira. 

Na oportunidade, foram apresentadas aos representantes do Estado as métricas de saúde feitas pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde. O acompanhamento é realizado desde o mês de março. 

Ao levar essas informações ao conhecimento do Estado, o Executivo pleiteia uma melhora nos índices da microrregião de saúde, dentro dos termos exigidos pelo programa Minas Consciente. 

Alta testagem

A pandemia de Covid-19 vem sendo semanalmente acompanhada em Ipatinga pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde, desde março. A cidade enfrentou em julho um pico de casos confirmados, que começaram a ascender em maio, mas declinaram em agosto. 

O município entende que a taxa de incidência de Covid-19 na região se destaca em virtude do grande número de exames realizados em Ipatinga, que identificaram pacientes assintomáticos com Sars-CoV2. “Boa parte destes casos foram confirmados por testes rápidos (52%), não havendo impacto algum no sistema de saúde por esta positividade. Ipatinga é uma das cidades mineiras que mais realizam testes para Covid-19”, salienta a secretária municipal de Saúde, Érica Dias.

Publicações relacionadas