Tá procurando o quê?
Onde?

Prefeitura de Ipatinga realiza desinfecção no prédio da Câmara

 Prefeitura de Ipatinga realiza desinfecção no prédio da Câmara

A Prefeitura de Ipatinga anunciou, nesta segunda-feira (20), mais uma medida de prevenção e combate ao novo Coronavírus, que será realizada na Câmara Municipal. Após efetuar, na semana passada, cerca de 250 testes rápidos em servidores que trabalham no Legislativo (entre terceirizados, comissionados e de carreira), o próximo passo será a sanitização do prédio. 

Nesta quarta-feira (22), a partir do meio-dia, o local será interditado para a operação de higienização das instalações. 

A exemplo de diversos locais públicos e repartições que passaram por sanitização, o Executivo de Ipatinga, no momento em que anunciou a realização dos testes rápidos na Câmara, também adiantou que pretendia realizar a higienização do prédio. 

Todo o trâmite foi confirmado pela Administração, após o envio de um ofício do Legislativo acatando a sugestão do município. 

O prefeito Nardyello Rocha ressalta que a sanitização é mais uma ação do governo municipal como medida de proteção à saúde pública. “Não medimos esforços para cuidar desta cidade. Desde o início do mês de abril, a Prefeitura tem realizado a desinfecção em ruas, pontos de ônibus e praças públicas. Depois começamos a fazer a higienização em repartições públicas e unidades de saúde, além de hospitais e a UPA. O passo seguinte foi o prédio do Executivo e, então, nos colocamos à disposição para fazer o mesmo na Câmara, visando à proteção e segurança dos servidores e também da população. A ação já está agendada e será mais uma etapa importante na luta contra a doença na nossa cidade”, disse o chefe do Executivo.   

Sanitização

Em um primeiro momento, é feita a lavagem dos locais com o composto químico “hipoclorito de sódio”, popularmente conhecido como água sanitária. Porém, para o caso específico de desinfecção no combate ao Coronavírus, a concentração do produto é superior àquela comumente comercializada no mercado. Em seguida é utilizado o hidróxido de amônia, que tem durabilidade e eficácia de limpeza e desinfecção de até sete dias no ambiente.

O produto utilizado na higienização, capaz de matar vírus e bactérias, inclusive o Conoravírus, pode causar danos a vestimentas em caso de contato e, por isso, há todo um cuidado nesse sentido enquanto as superfícies permanecerem úmidas.

Publicações relacionadas