echo '';

Reunião que pode decretar o lockdown em todo o Vale do Aço é adiada

 Reunião que pode decretar o lockdown em todo o Vale do Aço é adiada

A reunião da Comissão de Unidade de Ação Metropolitana, que ocorreria nesta quinta-feira (25), às 9h na sede da FIEMG Regional Vale do Aço, foi transferida para segunda-feira (29), com mesmo horário e local. A alteração da data se deu por questões de agendas dos membros. 

A expectativa era de que o encontro iria definir agendas de convergência entre as principais cidades da região no combate contra o novo coronavírus. Havia, inclusive, a possibilidade da reunião marcar o lockdown em todo o Vale do Aço, segundo especulações.

Leia Mais: “Não fecho Fabriciano nem um dia a mais”, diz Dr. Marcos Vinícius

Nesta quarta-feira (24), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, declarou que cogita a hipótese de adotar o bloqueio total em algumas regiões do estado, incluindo o Vale do Aço, e diz que a chance de se decretar o lockdown é de 90%. “Poderemos ter o lockdown, sim, mas em determinadas regiões onde a incidência está muito acima do que seria considerado adequado”, explicou.

A comissão de autoridades regionais é composta pelos Prefeitos Municipais da RMVA, representantes da ARMVA, SRS Coronel Fabriciano/SES-MG e FIEMG Regional Vale do Aço. O objetivo da comissão é a busca por medidas conjuntas de gestão da crise da COVID-19 na região, seja pela ampliação ou redução das restrições de acordo com os parâmetros a serem estabelecidos.

As decisões a serem tomadas pela comissão ainda estão em processo de construção e, portanto, não foram expostas. O movimento dos poderes públicos tem como objetivo construir alternativas a uma possibilidade de intervenção incisiva, em especial pelo Governo do Estado que tem manifestado sua preocupação com a região. 

Publicações relacionadas

X