Tá procurando o quê?
Onde?

Ipatinga está entre as 5 cidades do Brasil com mais 200 mil habitantes sem mortes pelo Covid-19

 Ipatinga está entre as 5 cidades do Brasil com mais 200 mil habitantes sem mortes pelo Covid-19

Veja como ficam os serviços de limpeza urbana nos feriados em Ipatinga

Segundo reportagem veiculada na imprensa nacional, neste sábado (15), Ipatinga se destaca como uma entre apenas cinco cidades de um total de 154 com mais de 200 mil habitantes, em todo o Brasil, sem o registro de mortes pelo novo coronavírus até o momento.

A cidade soma atualmente 36 casos confirmados da doença. Contudo, a estatística de óbitos permanece zerada.

Os dados foram divulgados pelo portal G1, tendo como fonte informações das secretarias de estado e municipais de saúde.

Além de Ipatinga, figuram no seleto grupo as cidades de Colombo (PR), Pelotas (RS), Ponta Grossa (PR) e Ribeirão das Neves (MG). No Brasil, a doença já matou mais de 14 mil pessoas.

“Seria hipocrisia de minha parte dizer que esses números não são positivos para a Administração. Numa conjuntura extremamente complexa, cujo impacto e abrangência das ações precisam ser refletidos e medidos diariamente, o objetivo principal é proteger a população, e ser hoje uma das poucas cidades do Brasil sem óbito é muito gratificante. Em primeiro lugar, isso mostra que Ipatinga realmente é a cidade dos milagres. Além disso, devemos agradecer à população, que atendeu nosso chamado, compreendeu a delicadeza do quadro e respondeu com diligência às medidas para combater o avanço do vírus. As pessoas estão usando máscaras em todos os locais e não só no comércio”, destacou o prefeito Nardyello Rocha.

Segundo a publicação, Ipatinga tem se mostrado como destaque no enfrentamento ao Coronavírus, uma vez que “a maior concentração da doença ainda está nos municípios maiores: 73% dos casos e 78% das mortes foram confirmados onde vivem mais de 200 mil cidadãos”, salienta o portal.

Entre as medidas mais recentes adotadas pelo município está a obrigatoriedade do uso de máscaras por clientes e funcionários do comércio, assim como usuários dos transportes coletivo e individual, a desinfecção de espaços públicos e providências para ampliar o distanciamento social como a suspensão de aulas nas redes pública e privada.

Publicações relacionadas