Tá procurando o quê?
Onde?

Doria x Bolsonaro: governador de SP troca críticas com o presidente

 Doria x Bolsonaro: governador de SP troca críticas com o presidente

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), trocou duras críticas com o presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira (25), durante uma videoconferência do presidente com os governadores da região sudeste para debater sobre a pandemia de coronavírus.

O motivo da discussão desta quarta-feira foi o pronunciamento feito pelo presidente, em rede nacional na noite dessa terça-feira (24), onde ele criticou as ações tomadas pelos governadores para conter a disseminação do vírus, como o fechamento do comércio e a paralisação das aulas.

Na condição de cidadão, de brasileiro, e também de governador, inicio lamentando os termos do seu pronunciamento à nação. O senhor como presidente da República tem que dar o exemplo. Tem que ser mandatário para comandar, para dirigir, liderar o país, e não para dividir”, afirmou o governador.

Para rebater as críticas do governador de SP, o presidente o acusou de usar seu nome para se eleger e depois “dar as costas” para ele e atacar o governo federal.

Subiu à sua cabeça a possibilidade de ser presidente da República. Não tem responsabilidade. Não tem altura para criticar o governo federal, que fez completamente diferente o que outros fizeram no passado. Vossa excelência não é exemplo para ninguém”, respondeu o presidente.

Confira vídeo do momento da discussão:

Os governadores  Wilson Witzel (PSC-RJ), Romeu Zema (Novo-MG) e Renato Casagrande (PSB-ES) também participaram da videoconferência.

Bolsonaro tem realizado reuniões à distância com governadores das cinco regiões do país. Na segunda-feira (23), falou com mandatários do Norte e do Nordeste. Na terça (24), com os do Sul e do Centro Oeste.

“São Paulo não esconde informações”

Após videoconferência, o governador divulgou, em uma coletiva de imprensa, o resultado negativo para seu teste de coronavírus e aproveitou a oportunidade para alfinetar o presidente, que se recusa a mostrar o documento confirmando seu resultado negativo.

“São Paulo não esconde informações”, afirmou o governador com o resultado de ser exame em mãos.

São Paulo é o estado mais afetado pela Covid-19 no Brasil. Até a noite desta terça-feira (24), o Ministério da Saúde contabilizava 2.201 casos confirmados da doença e 46 mortos no país. Dos 46 mortos pela doença no Brasil, 40 foram no estado de São Paulo.

Publicações relacionadas