Tá procurando o quê?
Onde?

Cirurgia plástica: cuidados que o paciente deve ter na hora de procurar um profissional

 Cirurgia plástica: cuidados que o paciente deve ter na hora de procurar um profissional

Um procedimento cirúrgico estético precisa ser realizado de maneira segura e por um profissional capacitado. Ainda que os procedimentos sejam cada vez mais modernos e menos invasivos, é preciso ser cauteloso e escolher um especialista para que se obtenha o melhor resultado. A Revista MaisVip conversou com a cirurgiã plástica, Lilian Cappelli, da Life Clinic, que deu dicas sobre cuidados que o paciente deve ter na hora de procurar um profissional.

Dra. Lilian Capelli foto: Luiz Abranches

A realização de procedimentos cirúrgicos estéticos aumentou 5% em 2017 no Brasil, levando o país ao segundo lugar no ranking das nações que mais adotam esse tipo de procedimento, perdendo apenas para os Estados Unidos. A que você atribui esse crescimento?

O Brasil é um país vaidoso e os números levantados em uma pesquisa mostram que, quando se trata de cuidados com o corpo, não existe crise. Realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), a pesquisa mostra que, em 2015, foram realizados em solo nacional 1,2 milhões de cirurgias plástica e 1,1 milhão de procedimentos estéticos. Os Estados Unidos, com 1,4 milhão de procedimentos cirúrgicos, ocupam o primeiro lugar no ranking, posicionando o Brasil na vice-liderança.

O Brasil é referência mundial em cirurgia plástica, é pioneiro e exporta para o mundo inteiro técnicas consagradas, como as de autoria do Professor Ivo Pitanguy, dentre outros. A cirurgia plástica proporciona uma autoimagem positiva indispensável ao bem-estar psicológico e à elevada autoestima.

Colocação de implantes de mamas, mamaplastias, lipoaspiração, abdominoplastia, blefaroplastia, rinoplastia, entre outros, estão na lista de procedimentos mais realizados no país. Quais são os cuidados que o paciente deve ter na hora de procurar um profissional?

O profissional indicado para realizar a cirurgia plástica é o cirurgião plástico e deverá ser Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Para a formação de um cirurgião plástico, são 11 anos de estudo: 6 anos como médico, 2 em cirurgia geral e mais 3 anos em cirurgia plástica, então é muito clara a diferença entre um profissional que se prepara durante 11 anos para exercer aquela especialidade e outro que não está habilitado.

O procedimento deverá ser realizado em clínicas especializadas ou hospitais. Pedir referências a quem você conhece e sabe que já utilizou os serviços de um médico cirurgião plástico é uma ótima forma de escolher o seu médico. Além disso, agendar uma consulta para tirar todas as dúvidas sobre o tratamento antes de iniciá-lo e desconfiar de profissionais que cobram valores muito abaixo do mercado são passos importantes para se realizar um procedimento seguro.

A recuperação da cirurgia plástica sempre requer cuidados. Quais são eles?

Infelizmente, muitas pessoas desconhecem que o sucesso de uma cirurgia plástica não depende apenas da cirurgia e do médico especialista. Há diversos fatores que, se forem seguidos, podem ajudar no sucesso do procedimento e evitar o surgimento de possíveis complicações. Deverá ser dada atenção especial aos cuidados pós-operatório, mas também não se esqueça do pré-operatório! É importante tomar os medicamentos prescritos nos intervalos corretos e pelo período recomendado. Não faça compressas quentes ou frias, não use pomadas, não tome chás ou ervas e nem medicações além das prescritas. Não siga a sugestão de amigos, parentes ou vizinhos sem antes consultar um especialista.

Publicações relacionadas